sexta-feira, 6 de outubro de 2006

5 de Outubro - Dia do Professor

Eu sei que este post está relativamente atrasado, mas a verdade é que todos os dias, durante o ano inteiro, nunca são demais para dizer:





Mas este orgulho é bem maior depois das imagens que vi na televisão sobre a "maior manifestação de sempre desde o 25 de Abril"!
Um bem haja a todos quantos estiveram presentes na manifestação, fisicamente e em espírito!
O meu desejo, desde tenra idade, foi o de ser professora. Talvez fosse o exemplo da minha professora da escola primária, não sei bem. O certo é que esse desejo manteve-se ao longo de todo o meu percurso escolar e na hora de escolha em termos superiores não houve dúvida!
Depois de tirado o curso veio a leccionação e nunca me arrependi desta minha decisão - sou professora por vocação!
Mas é com alguma tristeza que vejo a consideração que a sociedade tem pelos professores - não espero louvores, não espero elogios, mas é bom que se pare para pensar que é na escola que os alunos mais tempo passam; é com os professores que muitas vezes desabafam; é com eles que aprendem a ser os homens e mulheres de amanhã! Mas não, o que se vê é o professor transformado em bode expiatório - se o aluno não aprende, de quem é a culpa? Do professor claro, é ele que não sabe ensinar, é ele que apresenta mais faltas do que aulas dadas.
Tristemente só se ouve falar dos professores em Setembro: "coitadinhos, estão longe de casa, longe da família". Mas depressa se esquece da sua situação - um ano inteiro de ausências, de sacrificios, de viagens intermináveis, mas sempre "de cara alegre" pois fazemos estes sacrificios porque gostamos da nossa profissão e gostamos dos nossos alunos. E no final o que recebemos em troca? Dedos apontados e duras críticas!
Tenho reparado (e é com certo orgulho que verifico esta situação) que nós, que eramos apontados como uma classe dividida, com interesses divergentes, estamos a unir-nos cada vez mais, a lutar a uma só voz. Espero que esta união cresça ainda mais e se fortaleça, pois infelizmente, esta é uma das fragilidades da classe docente.


Em dia "Pós Dia do Professor" felicito:

Todos os que são Professores
Todos aqueles que já foram Professores
Todos aqueles que esperam vir a ser Professores



Um bem haja a todos quantos são Professores em Portugal!!

6 comentários:

Cris disse...

Muito pertinente este teu post! E não acho que venha atrasado. Todos os dias são ideais para reafirmarmos o nosso orgulho na profissão que abraçámos com gosto e convicção!
Concordo contigo e espero que a nossa classe esteja cada vez mais unida numa luta que deve ser de todos porque a todos diz respeito!

Beijinho :)
Bom fim de semana!

bell disse...

Não sou assim tão optimista. Espera até começarem os titulares e os apenas professores, o novo sistema de avaliação e é vê-los a afiar as garras uns contra os outros.

IsaMar disse...

Beijinhos a todos os Professores.

bom domingo

Andreia disse...

Faço parte dos "... que esperam vir a ser professores" e confesso que a esperança está a perder a força... Também desde pequena que sempre quis ser professora e assim consegui tirar o curso, com a esperança de vir a exercer a profissão... mas parece que o sonho vai ter que ficar para trás... vou para o 3.º ano sem colocação... bem sei, que somos muitos na mesma situação!!!!

Boas aulas para todos que têm a oportunidade de as leccionar!

anokas disse...

eu acho que todas as crianças na primária querem ser professores ehehe
eu tb quis :)
queria só corrigir uma coisa - onde dizes "Mas é com alguma tristeza que vejo a consideração que a sociedade tem pelos professores " não é consideração mas sim DESconsideração! isso sim ;)
enfim... somos fortes! e lutamos!
um dia iremos vencer!
MANIFESTAÇÃO!!!! :D
bjokas da anokas ;)

olho_azul disse...

Sim Bell, tens alguma razão naquilo que dizes. Mas no fundo sou uma pessoa positiva e prefiro acreditar que ao invés de divisões vamos unir-nos por uma causa - Ser Professor em Portugal.

Anokas: Desconsideração é a palavra certa.