segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Como vão andando as coisas

Defeito ou feitio, o que é certo é que este ano está a custar entrar no ritmo de trabalho. Seja porque foi um início de ano algo atribulado, seja porque ainda o continua a ser, numa escola onde me está a custar integrar em pleno.

Depois da fase de correcção dos cerca de 200 testes que nunca mais terminavam... (e de ter feito uma pausa, claro, para ler o livro. Bolas, afinal também mereço!) entra-se na fase das reuniões intercalares!!!

Ao fim da 4ª confesso que já não há paciência para ouvir tanta história triste. Algo têm de comum - as turmas são muito barulhentas, muito faladores e pouco trabalhadores. Do mal o menos, afinal, a culpa não era minha, nem meu o defeito...

Mas o que ainda me continua a irritar (e afinal mudar de escola, não faz alterar tanto assim o feitio de colegas com que temos o (des)prazer de trabalhar) é os palpites que certos "colegas" gostam de dar (sem que ninguém os peça) sobre como conduzir a reunião ou como fazer o trabalho de Director de Turma, apenas com o argumento de que já conhecem a turma!

E ainda têm a lata de ir para as suas aulas falar da mesma reunião, fazendo as vezes de Director de Turma, pedindo ao Delegado que discuta este ou aquele assunto , abordado na reunião. Afinal, não deveria ser eu a ter esse papel?

Mas querem saber o que a turma lhe respondeu? Que a Directora de Turma tinha dito que o que se passava na reunião, à qual o Delegado assistiu, era sigiloso...

2 comentários:

as-nunes disse...

Pelo que se depreende da narrativa não vão andando lá muito bem, "olho_azul". Imagino a situação.
Falta de ética profissional e de espérito de camaradagem. Que, afinal, não é só na Escola que isso acontece. É um pouco por todo o lado.Mas parece que a situação está a piorar de dia para dia.

Há que continuar a remar...

António

Tozé Franco disse...

Ainda bem que há delegados assim.
Certos colegas para ficarem bem na fotografia, passam por cima das regras mais básicas.
Um abraço.