domingo, 26 de novembro de 2006

A minha Direcção de Turma

Como já é do conhecimento de todos, este ano saiu-me na rifa uma Direcção de Turma. São 27 garotos e 1 desconhecido (que ainda não apareceu e só serve para dar trabalho na marcação de faltas).

Talvez seja por ser a minha direcção de turma, onde sinto que se cria um laço especial entre professora e alunos, mas a verdade é que, das minhas 4 turmas de 7º ano, esta é sem dúvida a melhor. Podem não ser uns alunos excelentes, mas são educados, simpáticos. Todos os professores gostam deles.

Confesso que estou satisfeita. Pudera, ser directora de turma pela primeira vez e "apanhar" com uma direcção difícil, como acontece com alguns colegas, não iria ser nada fácil. Estou a pensar por exemplo, numa das minhas turmas de 7º ano onde podemos encontrar de tudo: indisciplina, má educação e a variedade de casos previstos no decreto lei 319/91. Isto tudo numa turma de 21 alunos!!! (Coitada da A.:( ).

Mas não pensem que a minha direcção de turma é só maravilhas. Esta semana, pelo menos não foi. Bem pelo contrário, parecia que todos os dias havia um acontecimento...

2ª feira - O D. já tem 15 anos e a escola não é nada com ele. De manhã raramente aparece e de tarde, bom, as duas últimas semanas também ninguém o viu. Conclusão, estava prestes a atingir o limite de faltas. Coincidência ou não, o pai apareceu na 2ª feira para saber o ponto da situação. Por ele o filho não viria mais à escola mas estava preocupado com uma questão de tribunal (que não percebi muito bem) e também com as implicações no seu futuro. A verdade é que o aluno necessita de um certificado de frequência de 9 anos de escola para poder entrar no mundo do trabalho e até para obter a carta de condução. Ora o D. apenas tem 8 anos de escola (durante um ano não compareceu), pelo que o pai o vai "obrigar" a frequentar o 7º até ao final. Implicações? Muitas! Estão a ver o que é ter numa turma um aluno contrariado, que não tem qualquer aspiração de ficar aprovado no final do ano (o próprio pai confirmou que não lhe interessa que ele passe de ano)? Ainda por cima é menino para distrair alguns colegas da turma, prejudicando o seu desempenho... Vai ser dificil!

5ª feira - O meu dia de aulas já tinha terminado, mas uma aluna aflita veio chamar-me à sala de professores. A S. tinha desmaiado nos balneários. Lá fui ver o que se passava. Então a história foi assim. Os rapazes têm a mania de espreitar as garotas nos balneários. Uma delas apercebeu-se e foi fechar o postigo. Acontece que ele caiu sobre a cara dela, provocando um ligeiro corte no nariz e o seu desmaio. Estão a imaginar a preocupação? Pois, ela ainda estava tonta. Hospital, sim ou não? Chamar os pais? Em casa ninguém atende. O que fazer? Aos poucos foi melhorando, ganhando cor, já se ria. Por decisão do Conselho Executivo optou-se por não se chamar a ambulância. Enviei mensagem para a Encarregada de Educação. Que estivesse atenta, ao mínimo sinal que fosse ao hospital. Sim, ser Director de Turma é ser pai, mãe, médico, conselheiro, amigo...

No mesmo dia outra queixa. Uma das alunas tinha feito anos no dia anterior. Para festejar cobriram-na de Ketchup. Resumindo: assustou toda a gente, pensando que seria sangue. Nos dias de hoje é cada brincadeira...

6ª feira - Alerta laranja - um verdadeiro temporal. A minha escola, tal como muitas, não tem condições para os alunos em dias de chuva. A juntar a este problema, que só por si os deixa mais excitados, da parte da tarde falha de luz, em pleno intervalo. Ora o engraçadinho do D. (o aluno referido anteriormente) resolveu fechar a porta de duas salas de aula. Agora imaginem a funcionária do pavilhão, aflita com os alunos que se estavam a abrigar da chuva, sem luz, à procura das chaves da sala numa arrecadação às escuras...

Quer-me parecer que a aula de Formação Cívica na 3ª feira vai ser longa, muito longa mesmo...

10 comentários:

Márisa disse...

Bolas!
Foi uma semana agitada!
Espero que esta seja mais calminha!
Os miúdos tem de aprontar sempre alguma! LOL! Às vezes eu até me rio com as parvoíces que eles dizem! LOL! Coitados!
Mas o caso do D. é complicado, e motivo de preocupação! Pois pode ser a causa de muitos problemas! Há que tentar motivá-lo! Mais uma missão quase impossível!
E o outro que ainda não apareceu já deve ter chumbado por faltas não?
Desejo-te uma boa semana e muita força! :-)
Beijocas fofas

Cris disse...

Um exemplo de uma semana "em cheio"! Ser professor implica, realmente, praticar mil e uma funções!...

Desejo-te uma óptima semana (com menos sobressaltos)!
Beijinhos :)

bell disse...

Ser professor é cada vez mais complicado!

Uma boa semana!

Professorinha disse...

Bem, as direcções de turma dão-nos cada dor de cabeça...

BEijos

david santos disse...

Olá!
Bom rexto e bonito blog.
Parabéns.
Até sempre.

stôra disse...

Bolas! Não é fácil!
Para além disso tudo ainda temos de ter cabeça para preparar aulas (muitas das vezes com mais do que 3 níveis de ensino), fazer testes, corrigir testes, corrigir trabalhos de casa, participar activamente nas actividades da escola... enfim!...
Força!
*Beijinhos*

stôra disse...

ahhh (já me ia esquecendo) e reuniões e mais reuniões! E secretariar reuniões! Entre outras coisas...
*Beijinhos*

Marina disse...

Entao, e que tal foi a aula de formação cívica? ;-)

Beijitos e bom resto de semana!

Susana disse...

Olá! No teu blog falaste de um especto importante no qual penso muitas vezes «ser DT pela primeira vez»! Ainda não fui DT mas penso muito na falta de preparação que temos, como foi contigi? Tiveste alguém que te tivesse apoiado?

Bjinhos cara colega

olho_azul disse...

Olá Susana
De facto não é fácil. Mas antes de ser DT fui secretária durante alguns anos e certos aspectos da DT acabamos por conhecer um pouco melhor.
Um bom coordenador de DT é sempre um ponto de apoio onde nos podemos socorrer. Mas muitas vezes vamos andando, apalpando o caminho e perguntando a outros colegas que já estão mais habituados ao cargo.

Mas digo-te desde já que é um cargo que dispenso de boa vontade :)