segunda-feira, 4 de setembro de 2006

A RAZÃO DE SER PROFESSOR
Há dias escrevi um post onde questionava a razão de ser professora.
Podia dizer muitas coisas, como aqueles que contribuíram com os seus comentários e nos quais reconheço as suas razões como minhas também.
Mas depois encontrei este poema enquanto navegava e resolvi colocá-lo aqui. Tenho a certeza que muitos colegas se reconhecem nestas palavras.
Ser Professor


Professor, educador...
Gente de fibra, de coragem.
Perseverante assíduo, batalhador,
sabedoria, esperança, traz na bagagem.
Na jornada da vida, sofrimento,
pensar em desistir talvez,
sempre enfrentando o tormento,
pra alcançar o mérito, tudo fez.

Professor, que nos olhos da criança
vê um futuro de esperança,
que sente na pele, o pouco valor
que lhe é dado, mas retribui com amor,
sim, amor pela profissão,
e pela arte de ensinar
se envolve de corpo, alma, mente, coração,
sua sina é conquista, nada lhe faz parar.

Professor, do analfabetismo, um combatente.
Da igualdade social, um aliado.
Na sociedade, um ser presente,
é fundamental para o aprendizado.
Ser professor é ser um amante do saber.
Ser professor é viver pra ensinar.
Ser professor é libertar pra vida cada ser.
Ser professor é querer... é sentir...é amar...


de Bruno Duarte Noronha
in Mundo Jovem

2 comentários:

Professorinha disse...

Pois vejo-me nessas palavras sim senhora... somos uns utópicos, não somos? Sempre na utopia de construir um mundo melhor, de mudar o mundo...

Eu pensei que ia mudar o mundo, agora penso: vou tentar mudar o poucochinho de mundo que me rodeia... isso já faz a diferença. Não achas?

Beijinhos. O poema é lindo.

IsaMar disse...

Pois é fazemos sempre pelo melhor...mas a realidade é outra.
Ma so importante é dar sempre o nosso melhor!
gostei imenso do poema.